fevereiro5 , 2023

    Jornada de Usuário

    Relacionados

    Utilizando o universo de Star Wars para compreender a filosofia do Shu-Ha-Ri como método de aprendizagem

    A evolução é um processo importante na vida de um profissional. Estar sempre buscando a melhoria contínua para cada vez mais obter conhecimento e experiência é inclusive um valor da cultura ágil, e o Shu-Ha-Ri vem totalmente de encontro!

    Considere tudo de uma vez

    Esta técnica de visualização de ter tudo diante de nós ao mesmo tempo, pode ser de grande valor quando pensamos em síntese criativa e em Design Sprints.

    Insights, perguntas, ideias (IQI)

    Insights, Questions, Ideas (IQI, pronunciado “icky”), desenvolvido pela Sudden Compass®, é uma forma estruturada de analisar pontos de dados de forma colaborativa.

    Compartilhar

    O que é?

    O mapeamento da Jornada de Usuário é uma ferramenta capaz de identificar todos os pontos de contato de um usuário ao realizar uma atividade. Toda interação pode ser traduzida em uma história sobre a relação do usuário com seu produto ou serviço.

    É importante frisar que a Jornada do Usuário é uma ferramenta não padronizada. Ela pode ter diferentes formas, formatos e cores. Seu modelo mais simples deve conter:

    • o que as pessoas esperam em cada um desses momentos?
    • o que elas precisam?
    • suas habilidades estão coerentes com os desafios cognitivos envolvidos?
    • o próximo passo está claro?

    Por que é importante?

    A Jornada do Usuário une duas ferramentas fundamentais no trabalho de um Product Designer: Storytelling e Visibilidade.

    • Storytelling: é a capacidade de contar histórias de maneira relevante, onde os recursos audiovisuais são utilizados juntamente com as palavras.
    • Visibilidade: é transformar dados brutos em informação visual. Essa ferramenta traz a possibilidade de uma análise mais eficaz, identificando outliers, tendências e padrões.

    Portanto, a Jornada do Usuário é importante porque ela é capaz de ilustrar todo o caminho do usuário, permitindo a identificação de oportunidades, gaps e insights de uma forma mais rápida.

    Como é feito o processo de mapeamento da jornada do usuário?

    A Jornada do Usuário não possui um modelo padrão. Diferentes empresas usam diferentes formatos para esta ferramenta. Contudo, existem alguns componentes-chave que não podem faltar em sua elaboração.

    • Ponto de vista: antes de tudo é necessário definir a persona da jornada. Ela será o ator, o protagonista do processo. Não se esqueça de que a Jornada do Usuário deve ser elaborada a partir do ponto de vista da persona;
    • Cenário: determine por qual experiência o seu ator está passando. Pode ser uma jornada já existente ou, então, a definição de uma nova experiência. É importante sempre deixar claro qual o objetivo do usuário nesse processo;
    • Ações, mindsets, emoções: esse elemento é crucial. O coração da jornada do usuário deve ser o que ele faz, sente e pensa durante a experiência. Essas informações não são aleatórias. Pesquisas devem ser aplicadas para compilar informações relevantes para compor esse elemento;
    • Pontos de contato e canais de comunicação: a Jornada deve conter os pontos de interação do usuário bem como o canal aonde esse contato é realizado. Por exemplo: websites, aplicativos, lojas físicas. Esse elemento é importante porque é onde geralmente existem inconsistências e más experiências;
    • Insights e responsabilidades: o objetivo da Jornada é descobrir falhas no processo de experiência do usuário. Portanto, todo e qualquer Insight deve ser listado e mostrado para a equipe. Além disso, é importante determinar papéis e responsabilidades para as diferentes partes da Jornada. Dessa forma, há clareza de quem é o “dono”de cada parte do processo.
    Itaú Jornada do usuário Projeto interno Itaú Ilustração 2012 (com ...

    Dicas essenciais para uma Jornada de Usuário eficaz

    O sucesso na elaboração da Jornada do Usuário vai além da inserção dos componentes-chave acima listados. Essa é uma ferramenta que requer bastante trabalho para que seu processo continue no caminho certo. Confira algumas dicas de ouro:

    • Defina o “porquê” e “o que”: identifique e deixe claro os objetivos os quais a Jornada do Usuário irá ajudar. Saiba qual objetivo; quem irá usar a Jornada do Usuário; quem são as personas e suas necessidades; como será compartilhada;
    • A verdade é a base: apesar da Jornada contar um a história, esta não pode ser uma ficção. É necessário efetuar pesquisas — qualitativas e quantitativas — diversas que irão embasar a sua ferramenta;
    • Colaboração: a construção da Jornada do Usuário é algo valioso, portanto é importante que seja compartilhada e feita em conjunto com os demais stakeholders;
    • Não seja ansioso: tenha todas as informações necessárias antes de partir para a elaboração do template/ design da Jornada. Caso contrário você terá uma ferramenta com diversas falhas;
    • Promova o engajamento com a ferramenta: promova a Jornada do Usuário para os demais stakeholders. Faça apresentações, reuniões e encontros para compartilhar e trazer engajamento para com a ferramenta;
    • Foco no usuário: a Jornada do Usuário é uma ferramenta que pretende identificar e sanar necessidades do usuário/consumidor. Portanto, não o perca de vista. Ele é o protagonista e o motivo da elaboração dessa ferramenta.
    O que é Mapa de Empatia e o passo a passo para criar um

    Quais os benefícios?

    A Jornada do Usuário traz uma série de benefícios, tais quais:

    • suporte para os objetivos da empresa: a experiência do usuário deve estar alinhada com os objetivos da empresa. Más experiências afetam o faturamento, a imagem e a reputação de uma empresa. Dessa forma, a Jornada do Usuário ajuda a identificar oportunidades importantes em UX Design;
    • alinhamento dos objetivos: a Jornada deve ser compartilhada para os diversos stakeholders da organização. Isso permite que a comunicação e o entendimento dos objetivos esteja claro para todos, não havendo falhas e fragmentos desconexos;
    • facilitam insights: a Jornada do Usuário é uma ferramenta visual. Sendo assim, é muito mais fácil a identificação dos pontos fortes e pontos fracos de uma interação. Isso abre portas para a geração de mais ideias e insights;
    • facilitam as interfaces entre áreas: a Jornada do Usuário ajuda na interface e na comunicação entre as áreas da empresa por ser um documento compartilhado e que contém informações importantes para a empresa como um todo;
    • não deixa o usuário sair do foco: A Jornada do Usuário é sobre a experiência dos clientes/consumidores de algum produto. O usuário é o protagonista e a Jornada deve sempre mantê-lo em foco;
    • visibilidade dos trabalhos individuais: a Jornada do Usuário permite a fácil identificação dos impactos do trabalho de cada pessoa envolvida no projeto. Cada colaborador consegue perceber onde e como o seu trabalho interfere na experiência do usuário. Essa visibilidade aumenta a satisfação e o engajamento da equipe.

    Fontes: Jornada do Usuário — O que é e Sua Importância em UX Design | Mapeando a jornada e a experiência do usuário

    Artigo anterior
    Próximo artigo